segunda-feira, 26 de setembro de 2011

PROVA DA TAÇA DE PORTUGAL DE DHU - CRESTUMA 2011

Domingo dia 24Set2011, dia de bom tempo, com algum calor, bom para a prática do DHU. A última prova da Taça de Portugal, realizou-se em Crestuma, localidade junto da barragem com o mesmo nome localizada no Rio Douro. O percurso da prova, com cerca de 1100 metros, muito técnico, com muitas escadas algumas com inclinações muito acentuadas, ruelas estreitas, curvas apertadas, mais parecia um trajecto de uma “favela” brasileira, mas muito espectacular, tanto para os pilotos como para o muito público que apareceu para apreciar os Pilotos e suas máquinas. Cerca de 60 pilotos marcaram presença na prova, não apareceram mais pois também havia uma prova de DHI do regional do Minho, para os lados de Fafe. A prova começava no alto da Vila, logo a descer (em alcatrão), com uma curva para a direita, onde a organização montou um “relevê” na parede de uma casa (obstáculo sempre espectacular para se ver), para logo a seguir a rua se estreitar e muito, com um lanço de escadas em Z algo inclinadas, mais uma ruela a descer, mais umas escadas também em Z para logo se continuar em escadas em curva para a esquerda, um pouco de pedal para logo aparecerem mais escadas, estas com degraus (entre 3 e 4) e patamares também em curva ligeira e aí com cerca de 80 metros de distancia, logo aparecia uma curva muito apertada para a direita, mais pedal uma curva apertada para a esquerda, uma lanço de escadas (estas também muito inclinadas) um patamar onde se tinha de travar a fundo para se fazer mais um lanço de escadas para curvar para a direita numa ruela onde mal dava para passar duas bicicletas lado a lado, uma curva para a esquerda, e era o pedalar para a meta, isto sem antes transpor um obstáculo montado pela organização (onde os pilotos normalmente fazem uns saltos espectaculares), e logo aparecia a linha de meta. Ganhou nesta muito boa prova o Piloto José Manuel Borges, com uma ultima descida espectacular, e também o cobiçado trofeu. O Ricardo continua a sua adaptação aos “Elites”, às provas, (esta também não conhecia) e lá tem andado pelo meio da tabela na classificação geral. Na classe dele tem andado pelo último terço da tabela classificativa. A última manga para ele, foi mais complicada, pois tinha estado no dia anterior (sábado) em Santo Tirso, onde participou no DHU naquela cidade e notava-se que já estava algo cansado tanto a nível de pernas, como de braços e ombros, zonas do corpo mais desgastantes para este tipo de provas. O mapa do percurso: Algumas fotos da prova: Mais fotos em:

2 comentários:

Henrique Mário Soares disse...

bom esta deve ter sido espectacular, como todas as outras pois esta modalidade proporciona grandes momentos. As fotos estão fantásticas.
continuação de boas pedaladas para o Ricardo

Jose Soares (cobrabtt) disse...

Nem imaginas, o trajecto da prova mais parecia uma "FAVELA BRASILEIRA" ruelas estreitas, escadarias, etc. Foi espectacular.
A FPC devia fazer sempre a prova ali.